Meu Usado Novo

Ofertas por região
ATUALIZAR

Ofertas de Todos Estados , Todas Cidades

Atualize sua região
NEWSLETTER

Cadastre-se e receba notícias exclusivas!

DESTAQUES
Notícias

Saiba tudo sobre o aumento do combustível

Entenda o porquê da medida - 06/02/2013

Na terça-feira passada (29/01), a presidente Dilma Rousseff afirmou algumas mudanças que geraram polêmica.

O litro da gasolina terá um aumento de 6,6% e o do diesel de 5,4% para os preços praticados pelas refinarias.
Outra medida anunciada foi a diminuição na tarifa elétrica em 18% (para residências) e 32% (para indústrias).

Segundo a presidente "não dá para considerar que uma coisa compensou a outra".
A decisão sobre a medida do combustível seria uma tentativa do governo brasileiro e de todos os governos do mundo de controlar a "volatilidade, ou seja, que não haja grande flutuação no preço da gasolina."

O senador José Agripino Maia (RN) pediu em carta para a presidente uma manifestação sobre este reajuste "para que as medidas claramente contraditórias se tornem compreensíveis". Segundo a oposição, a medida acontece para "socorrer a Petrobras, por ano mal administrada".
A estatal registrou seu pior resultado financeiro em oitos anos, o que seria uma queda no lucro líquido de 36% em um ano e que este valor está diretamente ligado à política de controle de preços praticada pelo governo, que não permitiu correções no valor da venda dos combustíveis no ano passado e que no início do ano identificou que havia uma defasagem de aproximadamente 7% no preço da gasolina.

Quando questionado sobre o aumento dos combustíveis anunciado na semana passada, o ministro da Fazenda, Guido Mantega foi cauteloso. "Não é oportuno falar em novo aumento do combustível". "Mas queremos estar mais colados e atentos ao preço do barril de petróleo no exterior para que haja proximidade do aumento da gasolina", completou.

Dados de uma consultoria americana, a Airinc (www.air-inc.com) apontam o combustível brasileiro aparece na pesquisa com o mais caro da América Latina, superando países como Chile (R$ 2,71), México (R$ 1,29) e Venezuela (R$ 0,03). Esta última tem o combustível mais barato do mundo. E até o momento só não ocupou uma posição ainda maior no ranking mundial porque a Petrobras vende o produto a preços subsidiados na refinaria.

Confira a lista da Airinc com o preço da gasolina (litro) em 35 países. O Brasil ocupa a 13a posição:
Asmara (Eritreia) R$ 4,61
Oslo (Noruega) R$ 4,49
Roma (Itália) R$ 4,10
Copenhague (Dinamarca) R$ 4,08
Monte Carlo (Mônaco) R$ 4,07
Londres (Reino Unido) R$ 3,91
Paris (França) R$ 3,88
Hong Kong (Hong Kong) R$ 3,78
Berlim (Alemanha) R$ 3,74
Tóquio (Japão) R$ 3,17
Seul (Coreia do Sul) R$ 3,07
Cingapura (Cingapura) R$ 2,90
São Paulo (Brasil) R$ 2,90
Vitória (Seicheles) R$ 2,89
Santiago (Chile) R$ 2,71
Sidney (Austrália) R$ 2,70
Mumbai (Índia) R$ 2,62
Nairóbi (Quênia) R$ 2,42
Havana (Cuba) R$ 2,36
Johannesburgo (África do Sul) R$ 2,32
Toronto (Canadá) R$ 2,13
Pequim (China) R$ 2,08
Buenos Aires (Argentina) R$ 2,07
Bangcoc (Tailândia) R$ 1,91
Karachi (Paquistão) R$ 1,82
Nova York (Estados Unidos) R$ 1,71
Moscou (Rússia) R$ 1,56
Cidade do México (México) R$ 1,29
Teerã (Irã) R$ 1,17
Lagos (Nigéria) R$ 1,09
Dubai (Emirados Árabes Unidos) R$ 0,85
Cairo (Egito) R$ 0,55
Cidade de Kuwait (Kuwait) R$ 0,39
Riyadh (Arábia Saudita) R$ 0,22
Caracas (Venezuela) R$ 0,03

Segundo Graça Foster, presidente da Petrobras, em apresentação feita no Rio de Janeiro ontem (05/02) os reajustes dos preços de combustíveis da Petrobras não foram suficientes para eliminar a defasagem com o mercado internacional.

O aumento do preço nas refinarias deve equilibrar novamente as contas da Petrobras mas não resolverá todos os seus prováveis prejuízos.

Esta medida não afetará o consumidor imediatamente, mas logo deverá ser sentido na bomba em 2013 e, principalmente, no transporte público que utiliza o óleo diesel como base. Ou seja, haverá repasse.

Fontes: G1 /Veja (06/02 / 05/02) / Valor / Gazeta 24 horas / Pesquisa: Fonte: Air-Inc, Jornal O Globo e site Rotaway / RockRiders)

 

COMENTÁRIOS

carregando comentários...
COMPARTILHE